sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Armadilha de Guaiamum


Ao visitar o amigo Airton "Maluf" pescador artesanal de São Francisco de Itabapoana, em Gargaú, uma das principais comunidades pesqueiras do município, encravada entre o mar e o delta do rio Paraíba do Sul deparamos com uma interessante engenhoca apelidada de "ratoeira" mas que na verdade é utilizada para pegar guaiamum no enorme manguezal que existe ali.


Maluf, que é pescador camarada em embarcações de arrasto e de rede de emalhe, seja rede de caída, seja de mijuada, tem como passatempo montar estas armadilhas, feitas de madeira, sobra de tabuleiro de pescado, pregos, um pedaço de corda, dois gravetos e uma pedaço de câmara de ar.


O sistema realmente funciona como uma ratoeira, onde o animal ao entrar atrás da isca, geralmente os pescadores locais usam um pedaço de abacaxi, fruta abundantemente cultivada no município, dispara um gatilho ao puxar a isca  ocasionando o fechamento da armadilha.


Maluf não vive do guaiamun, nem das armadilhas, apesar da dedicação que aplica na montagem destas engenhocas e na presença de duas caixas dágua em seu quintal onde ceva com milhos estes belos caranguejos azulados.


por Maurício Dúppré
Fotos: Sérgio Pinguim



2 comentários:

  1. Haha, quem diria Tio Airto num Blog de Pescaria e afins... Sobre o Blog: Gostei d+, vi coisas aqui muito atrativas e interessantes, um Ex foi o Livro "O VELHO E O MAR" que até fiquei com vontade de Comprar =D, mas é isso muita força ai pra vocês, pra que possa levar esse blog adiante...
    De: Ermeson( Sobrinho de "MALUF" ) Vlw Tio Airto!!!

    ResponderExcluir
  2. Valeu Emerson!

    Fala pro teu tio continuar cevando guaiamun que qualqwuer dia apareço em Gargaú para apreciar estes caranguejos.

    Abs!
    Mauricio Düppré

    ResponderExcluir

As postagens mais populares da última semana: